Tinta Premium, Standard e Econômica: afinal, qual a diferença?

Marcos Henrique


E aí, meus caros colegas Pintores do Brasil, tudo bem?

Aqui é Marcos Henrique, o vulgo Garoba da empresa MH Pinturas & Reparos!

Primeiramente, gostaria de compartilhar o meu contato com você que precisa de um help na pintura, para entrar em contato comigo, basta ligar ☎ (85) 98930-7580. Ou enviar um e-mail para: marcaonegao242@gmail.com  e solicitar seu orçamento!

Voltando ao contexto, sem mais delongas...

Hoje estou aqui para falar de algo que têm encucado a cabeça de muitos profissionais da pintura no Brasil: Tinta Premium, Standard e Econômica: afinal, qual a diferença?

Bom, sabemos que a pintura é parte fundamental de qualquer espaço residencial ou comercial - tudo considerado, os tipos de tintas e tons escolhidos que de fato, serão a razão de todo o enriquecimento e da cordialidade das condições para o embelezamento do imóvel ou estabelecimento.

No cotidiano, seja após o desenvolvimento do trabalho, antes de uma remodelação de paredes ou durante a atualização daquele ambiente que você tanto gosta, o estágio de composição se destaca de forma consistente o suficiente para ser notado, produzindo uma grande quantidade de suposições para o design do lar.

Assim, dada a ampla gama de itens acessíveis disponíveis, é normal que surjam algumas questões durante faze da pintura, não apenas em relação ao melhor tom de tinta para cada clima ou sobre a tonalidade subsequente após a secagem completa, mas também sobre a classificação de tinta mais razoável para cada caso.

No Brasil, até algum tempo atrás... formalmente, existiam apenas três classificações de tintas: as Econômicas, Standard e Premium. Isso implica que, de acordo com os princípios brasileiros, explicitamente falando da NBR-15079, fabricantes de várias marcas estão simplesmente autorizados a entregar e anunciar tintas que podem ser categorizadas como uma dessas classificações.

Por esta razão, no presente post de hoje, mostro-lhe os principais contrastes entre cada tipo de categoria de tinta e onde elas podem ser aplicadas para adquirir um ajuste superior aos pressupostos e atributos de cada tarefa do pintor.

Então, vê se no vai pegar no sono! Esquenta seu café e pega as bolachas e continue a leitura atentamente para entender cada uma das categorias de tintas...

Tinta Econômica (Prudent Ink)

As tintas da linha econômica também conhecidas pelos Pintores Americanos como sendo as prudentes, como o nome sugere, em geral, serão mais baratas, o que sem dúvida estabelece um benefício e um fascínio para quem busca uma tinta que esteja mais disponível na maioria das lojas.

Por outro lado, esta classe de tinta, oferece um rendimento geralmente baixo, ou seja, a quantidade de demãos que se espera para adquirir um acabamento decente, será em geral, maior que os da tinta Standard e da Premium.

Claro, todo pintor que entende da classificação do produto, sabe que esse tipo de tinta só é recomendado para repintura de tetos brancos ou pintura de paredes da mesma cor, de preferência, que seja tom sobre tom e de acabamento fosco.

Isso porque esse tipo de tinta oferece menos proteção contra os terríveis impactos climáticos ou frio e umidade do ar-condicionado, portanto, ela não é recomendada para composições de pinturas externas.

O período normal de durabilidade desta tinta, é de dois anos. Nessa linha, essa classificação só é adequada para espaços internos com baixo grau de arranhões, como, por exemplo, uma cobertura de massa fina.

Tinta Padrão (Standard Ink)

Se pegamos ao pé da letra, "Padrão" significa "Standard" em inglês. Nesse sentido, esta classificação oferece um meio termo de qualidade de  e, portanto, apresenta um valor um pouco superior ao preço monetário da tinta econômica, porém, inferior às tintas da categoria Premium.

Fora isso, a tinta Padrão é uma peça razoável para espaços interiores, onde pode dura até três anos, e ainda para superfícies exteriores, onde dura normalmente dois anos, literalmente.

Ela tem um retorno um pouco alto, acabamento fosco e inclusão excelente para ambas superfícies e é a categoria que mais rende no quesito de diluição.

Tinta de Luxo (Premium Ink)

Dependendo do clima e das condições climáticas do lugar, as tintas da classe Premium duram até cinco anos e são as mais razoáveis ​​para regiões ao ar livre. Desta forma, apesar de serem mais caros que a econômica e a standard, ela têm uma proporção de vantagem espantosa de economia de dinheiro, sendo ótimos para o cliente que não gostaria de se estressar com a pintura por um bom tempo.

Dispositivos diferentes incorporam excelente acabamento, exigindo menos coberturas e contra o acúmulo e hostil à atividade de umidade. Apresentados em acabamentos de seda fosca, semibrilhante e brilhante, são laváveis ​​e têm baixo odor.

Algumas marcas de tintas possui uma linha variada de tintas Econômica, Standard e Premium, com vários acabamentos, para se adequar aos mais variados tipos de tarefas. Supondo que você realmente tenha alguma dúvida sobre os contrastes entre cada aplicação, e qual é a melhor para suas necessidades, basta entrar em contato com os fabricantes.

Tinta de Alto Luxo (SuperPremium)

As tintas látex de Alto Luxo, também conhecidas como Super Premium, foram feitas em 25 de setembro de 2019, e a partir de agora têm fabricantes garantidos.

A nova classe Super Premium surgiu do endosso da adaptação alterada da norma especializada NBR 11702, que gerencia o agrupamento das tintas látex e os pré-requisitos para cada classificação (Econômica, Standard, Premium e Super Premium).

Em sua variante anterior, a standard percebia a presença apenas das classes Econômica, Standard e Premium.

A Sherwin-Williams foi a pioneira em tintas Super Premium!

A Tinta Acrílica Super Premium Aquacryl Branco 18 Litros Mate é sugerida para aplicação tanto em ambientes internos como externos, e tem uma inclusão simples e produtiva com rendimento de até 380m² por demão.

A Sherwin Williams está disponível no Brasil há mais de 60 anos com o objetivo de trazer ao mercado as opções mais ideais em cobertura e segurança, com tintas para os mais diversos fins.

Por hoje, isso é tudo!

Até o próximo artigo...

0 Comentários