Fundo preparador de parede para que serve?

Foto: Fundo Preparador de Paredes

Se você em algum momento da sua carreira de pintor, já se perguntou: para que serve o fundo preparador de paredes na pintura?

Saiba que você não é o único indivíduo com exclusividade de questionar o universo vasto da pintura imobiliária!

Talvez esse tal de fundo preparador seja ainda um dilema que divergem de pintor para pintor.

De acordo com alguns pintores americanos, o fundo preparador de paredes serve para criar uma película primária e isoladora ou simplesmente como um tipo primer, também chamado de base incolor ou pigmentado, ou seja, é um complemento excepcional que além de impermeabilizar e aglutinar as partículas, faz a preparação de superfície para receber a pintura. 

É comum em todos os planos de repintura também utilizar o fundo preparador de paredes onde é visto como um de seus constituintes mais significativos para economizar na quantidade de demãos aplicadas.

Geralmente, os fabricantes de tintas no Brasil, recomendam usar o fundo preparador de paredes em reboco fraco ou não curado, paredes caiadas com cal, gesso e Drywall, pinturas calcinadas, pintura descascadas, pisos cimentados fracos e sobre a massa corrida pva e acrílica.

No entanto, os pintores brasileiro, faz uso do fundo preparador como se fosse uma camada isolante, pois funciona como uma base da pintura e é uma espécie de cobertura, por exemplo, uma preliminar, que fica verdadeiramente entre a tinta e a superfície. Como tal, é a premissa de uma criação artística, em camadas, assim, também o fundo preparador é aplicado sobre à superfície crua e não curada.

Ou seja, o fundo preparador de paredes auxilia na fixação e garante a fundação do que será pintado, por exemplo, evitando que partículas entrem no local durante a pintura. Além disso, é ideal para áreas que requerem mais camadas de tinta já que garante uma boa economia de materiais.

Supondo que você precise pintar um cômodo da casa e esteja em dúvida quanto a utilizar ou não o fundo preparador de paredes, neste artigo apresentaremos os dados fundamentais sobre a base de prontidão para pintura, o que realmente lhe garante um melhor rendimento da tinta e de como utilizá-la. Concentre-se nas sutilezas!

Foto: Base pintura

Para que serve a base de pintura?

A base de prontidão nada mais é que o fundo isolante e serve para pintura é também é indicada para repintura, para divisórias de gesso/drywall e reboco novo de argamassa, massa corrida e acrílica, assim como divisórias com problema, por exemplo, decapagem ou que foram pintadas com cal, paredes calcinadas e tintas envelhecidas.

O objetivo da base de prontidão (premier) é a arte de uniformizar a ingestão quando a pintura for concluída. Além disso, pode solidificar uma argamassa debilitada trabalhando na amarração da tinta de completação, se houver.

Quais são os principais destaques?

Para não confundir a base preparadora de tintas com tintas diferentes, perceba que sua marca fundamental é a capacidade de liberar totalmente as partículas em um nível superficial. Ao todo, ela acumula partículas livres e isso funciona com a aderência da tinta de acabamento.

No entanto, isso não significa que você pode utilizar a base de pintura em vez de lixar o local e eliminar todos os resíduos e lixo das paredes. Ela não foi feito para isso.

Desta forma, faça a limpeza antes de pintar regularmente, a base do alicerce tornará o acabamento ótimo.

Como utilizar a base de preparação de pintura?

Faça a base de prontidão do divisor subjacente como geralmente instruímos. Deve-se lixar (caso haja desníveis, ou tinta velha), limpar e eliminar todos os resíduos das superfícies antes de fazer a aplicação do produto.

Depois disso, aplique a base de tinta, como se estivesse aplicando uma tinta padrão. Após a aplicação, siga os passos normais para aplicar a tinta escolhida para a área.

Você verá que a utilização de base preliminar desenvolve ainda mais a aderência da tinta, assim como a tenacidade da tinta.

Além disso, mais um dos poucos focos positivos é que dá um incremento na preparação da tinta utilizada, pois da mesma forma homogeneíza a retenção da divisória ou parede.

Seria uma boa ideia utilizar a base preliminar cada vez que pinto um imóvel?

A porosidade de uma superfície é a condição que freqüentemente legitima a utilização de uma base preliminar de tinta. No ponto em que a superfície é permeável, a mancha atrai uma grande quantidade de tinta.

O inverso também pode ser um problema. Por exemplo, quando a superfície é pintada e não tão permeável, mas devido ao tempo de pintura que a tinta já esgotou a validade, a fixação da tinta escolhida pode ser impedida. Isso porque o item acaba não sendo conectado a nada e, além disso, legitima a utilização de um alicerce para ancorar.

Posteriormente, o ativo preliminar é significativo para diferentes tipos de trabalho. Portanto, depende de você investigar o quão prudente a ocupação da tinta interessará a você e ao seu material. O importante é verificar sistematicamente o sinal no pacote de pintura de acabamento em relação a qual tipo de base e quando usá-la.

Aqui no Brasil, utilizamos fundo preparador como uma base seladora para gesso, drywall, paredes e tetos emassados com massa corrida e acrílica.

Claro, que cada país têm suas normas técnicas e cada profissional segue sua metodologia de trabalho, porém, respeitando as instruções de uso dos Fabricantes.

E você, para que serve o fundo preparador é como utiliza no seu dia-a-dia de trabalho?

Deixe sua resposta nos comentários.


0 Comentários