Como fazer pintura de apartamento para entregar a imobiliária?

 

Pintura imobiliária


Como pintar um apartamento de condomínio para transmitir à organização fundiária de acordo com o contrato de locação do proprietário?

Muitas pessoas cometem erros ao pintar a propriedade para transmitir a administradora do imóvel, no caso, a imobiliária... Isso porque procuram a avaliação de outros que certamente não são especialistas no assunto e não veem nada de defeitos e nem entende os macetes sobre pintura imobiliária!

Pois de longe a maioria deles imagina que por se tratar de uma repintura, podem pintar tudo, ou simplesmente contratar um pintor diurno para dar uma ducha nas divisórias ou paredes e pronto, a mágica acontece!

Foto: Pop Lembrancinhas

Definitivamente, não. O Harry Potter ainda não virou pintor que eu saiba: ele não vai aparecer do nada e girar a varinha de condão para transformar suas paredes em superfícies limpas e pintadas de acordo com o relatório de vistoria da imobiliária.

Se bem que... Isso seria bem interessante, já imaginou se você fosse pintar seu imóvel, ligasse para Harry Potter ou para Gandalf, branco e voilà?

No entanto, no mundo real, as coisas não funcionam assim.

Na vida real, no máximo o que você conseguiria com a varinha de condão de Harry Potter ou do Gandalf, era transforma-lá em cabo de suporte para rolo de pintura!

Foto: Gandalf, o Mago - Fonte: Fandom

Ou usar a capa preta de Harry para se proteger dos respingos de tintas e o chapéu de Gandalf Branco para resguardar sua cabeça da poeira causada pelo lixamento das paredes.

Brincadeiras a parte, voltando para a realidade...

Para se ter uma ideia de como essa onda de faça você mesmo, causa confusão ao dar ênfase de que qualquer um pode pintar como se fosse algo tão ampla entre os ocupantes que muitas das vezes, ao invés de melhorar a aparência do imóvel, acaba prejudicando.

Se você não é adpto do DIY e nunca colocou as mãos na tinta, então conside reservar algum dinheiro extra para pintar a propriedade, e o correto é contratar um pintor especialista.

A melhor escolha a fazer é recrutar um pintor de paredes especializado, cuja preparação e experiência garantam um trabalho bem feito. De preferência, um que conheça o padrão de pintura imobiliária.

Seja como for, antes de contratar o pintor, o ocupante deve fazer um levantamento inicial do imóvel para saber exatamente o que deve ser reformado ou pintado. Para isso, peça para sua imobiliária lhe enviar as duas perspectivas de antes locar o imóvel e depois da visita do avaliador.

Geralmente, basta ligar ou mesmo solicitar por e-mail o relatório de vistoria da imobiliária, de antes e depois.

De posse do relatório de vistoria da imobiliária, tudo que lhe resta é encontrar um pintor experiente que entenda as correções solicitadas para o imóvel.

Se o seu imóvel for locado e ainda não passou por uma inspeção imobiliária, então, veja como fácil solicitar uma vistoria.

Desta forma, o mais importante, é chamar o corretor de imóveis ou o morador do imóvel para planejar a avaliação e reconhecer as coisas que precisam de manutenção corretiva e listar aquilo que faz parte do contrato de locação.

De modo geral, essa avaliação é feita pelo exame do imóvel pelo avaliador da imobiliária e, verdade seja dita, é mais para verificar se está tudo correto, semelhante a uma agenda e checkout.

Dependente da organização do imóvel, a avaliação pode durar até 1 hora e, durante este período, todos os cômodos internos, superfícies, tetos, entradas, janelas, rodapés e pisos, entre diferentes itens da agenda, serão examinados pelo especialista, minuciosamente.

Após a avaliação, o avaliador irá listar quais itens da agenda estão bem! E, além disso, quais são os itens prejudicados.

Aí, nesse ponto, com isso, o laudo de avaliação será produzido pelo escritório fundiário (imobiliária) para que o ocupante possa ter uma ideia do que deve ser ajustado.

Após isso, eh só contratar um bom pintor para executar a pintura e os reparos aí sim, voilà!


Foto: Pintor com injetor do airbrush e fumaça mágico branco - Fonte: MyLoview


Pensando nisso, vou mostrar como a verdadeira mágica acontece...

Primeiro, pesquisa-se no Google por mão-de-obra especializada e solicita-se até 3 orçamentos de Pintores para comparar preços e o melhor serviço para o imóvel.

Você envia, o relatório de vistoria, fotos e vídeos para os profissionais avaliar o serviço que deve ser feito no seu imóvel.

Depois disso, recebe três orçamentos contendo os detalhes e preço da pintura. Daí então, você contrata o que achar melhor para executar a pintura.

Normalmente, na maioria dos apartamentos administrados por imobiliárias, eles têm os seguintes cômodos:

  • 01 quarto suíte
  • 02 quartos
  • 03 banheiros (1 social)
  • 01 corredor entre quartos
  • 01 salar de visita
  • 01 lavabo
  • 01 cozinha
  • 01 varanda.

Esse é um padrão imobiliário, porém, dependendo do tamanho do imóvel, há vários outros.

Por exemplo, sempre na maioria das vezes, a pintura de apartamento para entregar a imobiliária é na cor branca de acabamento fosco.

Entretanto, há alguns detalhes que só os pintores mais experientes sabem diferenciar, como por exemplo:

  1. As pinturas de portas, janelas e rodapés são feitas com tinta esmalte sintético branco acetinado ou semibrilhante.
  2. Pintura de tetos e paredes com tinta acrílica branca de acabamento fosco.

Além disso, há os pequenos reparos que são feitos com massa corrida, gesso, fundo preparador, drywall e lixas.

Claro, existem outros macetes que não irei revelar hoje, mas quem sabe num próximo post.


0 Comentários